Skip to main content

O momento ideal para um intercâmbio


O intercâmbio é uma experiência muito atraente, que muitas pessoas contemplam, sem saber ao certo o momento ideal para encará-la. Muitos acham que o ideal é ir antes da faculdade, ainda muito jovem e flexível para o aprendizado de novos conhecimentos e hábitos.

Outros pensam que a faculdade traz mais maturidade e mais facilidade para lidar com a distância da família e as surpresas de estar no exterior. Outros preferem escolher um momento ainda mais tarde, quando já estão estabelecidos no mercado de trabalho e com certa “folga” financeira para investir em sua educação continuada.

Hoje, vamos refletir um pouco sobre qual seria o momento ideal para um intercâmbio. Ao final de sua leitura, não deixe de compartilhar conosco suas opiniões sobre o assunto.


Ensino Médio

O intercâmbio durante o Ensino Médio oferece várias vantagens: é uma idade em que o jovem ainda está aberto a novas experiências, que moldarão seu caráter e sua personalidade. Além disso, sua produtividade ainda está a toda, o que facilita o aprendizado de novos conteúdos e idiomas estrangeiros.

Pode ser um ótimo momento para fazer um intercâmbio, principalmente porque abre portas para uma continuação dos estudos, no nível de Graduação ou técnico, além de ajudar o estudante a entrar no mercado de trabalho cedo. Isso pode garantir uma estabilidade financeira antes do que imaginava, ajudando a custear a viagem e seus estudos, inclusive.

Ensino Superior

O Ensino Superior também é um ótimo período para fazer um intercâmbio. O intercambista já está mais amadurecido, o que vai ajudar a lidar melhor com a distância da família e amigos, além de torná-lo mais flexível a novas culturas e costumes.

Você não precisa cursar uma graduação do zero no exterior: você pode aproveitar para fazer uma graduação-sanduíche, que é quando você faz uma graduação dividida entre dois países. Você pode começar seu curso aqui no Brasil e terminá-lo em alguma universidade conveniada no exterior, fazendo o aproveitamento dos créditos que você acumulou na universidade brasileira durante seus estudos.

Mais tarde…

A verdade é que, a qualquer momento, um intercâmbio só tem a agregar à sua vida pessoal e profissional. Cabe a você pensar em qual fase você conseguirá lidar melhor com a distância de seus entes queridos, abraçar com mente aberta novas realidades e assimilar novos conteúdos com maior produtividade. Isso varia de pessoa para pessoa.

O mais comum é dar preferência para intercâmbios relacionados a estudos de nível superior, mas está crescendo a tendência de intercâmbios em fases posteriores, como opções de educação continuada, cursos de extensão, cursos técnicos, pós graduações, mestrados e até doutorados.

Um MBA ou Mestrado também é uma ótima opção para quem quer fazer um upgrade no currículo. Para executivos que desejam treinar o idioma, existem opções de cursos intensivos e, se você quiser uma experiência de curta duração, pode aproveitar suas férias para isso.

Como você pode perceber, oportunidades não faltam para você fazer um intercâmbio. É uma experiência de vida inesquecível, que vai ajudar você a moldar seu caráter, se desenvolver pessoalmente e profissionalmente e, ainda por cima, vai ensinar uma variedade de coisas que você pode aplicar no seu dia-a-dia, como a responsabilidade financeira, a independência e o trabalho em equipe.

O que você está esperando? Analise seu momento atual e estude qual a melhor hora de investir no seu futuro. Quando o momento chegar, viva cada segundo dele e aproveite-o ao máximo. O intercâmbio irá fortalecer você e enriquecer sua mente.