Skip to main content

5 dicas para você não se endividar com seu intercâmbio


Todo mundo tem um sonho e, muitas vezes, esse sonho não cabe no nosso bolso. No entanto, isso não quer dizer que você precisa desistir dele.

O intercâmbio é um sonho que, com planejamento e um pouco de disciplina, você consegue realizar, mesmo que pareça não caber no seu orçamento.

Hoje, vamos falar sobre algumas alternativas e formas de fazer seu intercâmbio sem precisar se endividar no processo.


Bolsas de estudo

A alternativa mais comum para fazer um intercâmbio educacional sem precisar gastar muito é recorrer a bolsas de estudos no exterior. Elas são diversas e oferecidas por instituições variadas, sejam do governo ou de organizações não governamentais.

No entanto, concorrer a bolsas de estudo pode ser um processo burocrático e demorado – sem contar com a concorrência, que é muita!

Aqui no blog, já listamos inúmeras organizações que oferecem bolsas de estudo, como o Programa Ciência sem Fronteiras e o Banco Santander. Mas há muitas outras esperando por sua inscrição!

Work and study / Work experience

Essas duas modalidades de intercâmbio podem proporcionar um alívio financeiro com relação aos custos de sua viagem. Fazendo um intercâmbio work and study, você tem a chance de trabalhar em seu tempo livre, recuperando, conforme for possível, os custos que você assumiu com seu intercâmbio.

O work experience, por não incluir um segmento educacional, permite que você tenha mais tempo no seu dia para dedicar a um emprego temporário. Assim, você acaba tendo uma chance maior de juntar dinheiro para trazer para casa, aliviando o pagamento de seu intercâmbio.

Além disso, ambas as oportunidades servem como diferencial competitivo em seu currículo, melhorando suas chances de conseguir um trabalho aqui no Brasil, quando voltar de viagem. Mesmo a curto prazo, você tem a oportunidade de pagar por seu intercâmbio por conta desses conhecimentos e experiências que ele agregou à sua vida.

Financiamentos e Parcelamentos

As agências de turismo e intercâmbio oferecem planos de pagamento facilitado para intercambistas, principalmente porque muitos jovens, com destaque para o público universitário, precisam arcar com as despesas do intercâmbio por si mesmos, sem contar com a ajuda financeira da família.

Então, se você já tem a intenção de recorrer a uma agência de viagens para contratar os produtos e serviços necessários para sua viagem, aproveite para perguntar sobre as opções de parcelamento.

Adicionalmente, há outro recurso financeiro interessante ao qual você pode recorrer: muitos bancos disponibilizam financiamentos para universitários que desejam viajar para estudar ou trabalhar. Se você tem uma conta bancária e um bom histórico de crédito com seu banco, procure seu gerente e solicite um financiamento para seu intercâmbio.

Os financiamentos são mais flexíveis do que o parcelamento de seu intercâmbio junto à agência de viagens, porque são divididos em muito mais vezes do que uma simples compra parcelada. Por isso, eles dão a você o tempo de que você precisa para voltar de viagem e usar tudo o que você aprendeu nessa experiência única para melhorar seu currículo e conseguir uma oportunidade melhor de trabalho, permitindo que você pague as prestações do financiamento sem arriscar sua tranquilidade financeira.

E aí, o que você vai escolher? Deixe suas opiniões nos comentários!