Por quê? 5 motivos para fazer um intercâmbio

Hoje em dia, com o advento da educação à distância, muitos jovens e estudantes questionam se realmente vale a pena ou se realmente precisam fazer um intercâmbio. Pensando nessas pessoas, preparamos esse artigo, no qual apresentaremos para você 5 motivos indiscutíveis pelos quais você deve sim fazer um intercâmbio.

1. Imersão na língua

Muitos jovens escolhem fazer intercâmbio para aprender um idioma estrangeiro. Essa já é uma escolha excelente, afinal, cursos de idiomas aqui no Brasil não praticam tanto a imersão na língua, já que, em algum momento, o aluno tem que ir pra casa.

Durante um intercâmbio, você acaba falando aquele idioma estrangeiro 100% do tempo, o que facilita o aprendizado e a memorização de novos conteúdos. Isso aumenta seu aproveitamento e reduz o tempo que você precisaria para adquirir fluência nesse idioma.

Além disso, aprender com nativos é sempre melhor do que aprender com professores nativos de seu país, que podem acabar passando adiante vícios de pronúncia, por exemplo.

2. Ensino Médio

por-que-7-motivos-para-fazer-um-intercambio
O Ensino Médio é um momento em que todo conhecimento é bem-vindo. É quando o jovem precisa escolher a carreira que deseja seguir e quando ainda está terminando de moldar sua personalidade e seu caráter. Nesse sentido, um intercâmbio pode ter grande valor.

Cursando seu Ensino Médio em outro país, você cresce pessoalmente e intelectualmente, aproveitando de um sistema educacional diferente do que temos aqui no Brasil, agregando ainda mais valor para seu currículo e ajudando você, inclusive, a escolher uma carreira que abra portas para você no mundo todo, não apenas no seu país.

Quem sabe, até, você aproveite o intercâmbio e pense em cursar uma Graduação no exterior também?

3. Graduação

Programas de incentivo ao estudo no exterior facilitam a vida de quem deseja se graduar lá fora. Portanto, essa é uma ótima forma de garantir um currículo invejável, ainda aproveitando os benefícios da educação presencial e da vivência de outras culturas e outros idiomas.

Além disso, a graduação no exterior dá a você a chance única de estabelecer laços (o chamado networking) com profissionais, professores e colegas lá fora, facilitando sua entrada no mercado de trabalho estrangeiro.

4. Pós, Mestrados e Doutorados

Dependendo de sua área de formação, as possibilidades de estudo aqui no Brasil podem ser limitadas. Áreas de conhecimento recentes, como as relacionadas à Internet, são mais estudadas lá fora do que aqui no Brasil, o que significa que é mais fácil encontrar uma variedade maior de Pós-Graduações, Mestrados e Doutorados no exterior do que aqui.

Áreas altamente especializadas, como determinados nichos de Medicina, Direito e outras formações, também têm mais opções de cursos lá fora. Se você está interessado em investir em sua educação continuada, conheça os programas que o governo oferece para esses graus de formação, como o Ciência sem Fronteiras.

5. Investimento em você

O intercâmbio nada mais é do que um investimento em você. Em todos os sentidos. Nos seus estudos, na sua carreira e na sua vida pessoal. Fazer um intercâmbio traz a possibilidade de fazer novos amigos, o que trará novos significados para sua vida.

Facilita o estudo e a sua colocação no mercado de trabalho, através de um networking internacional. Facilita seu amadurecimento – afinal, você terá que “se virar” sozinho, em um país diferente, com um idioma diferente. Só isso já pode ser um grande desafio… E desafios tornam nossa vida mais interessante.

Portanto, mesmo que seja mais cômodo deixar a ideia de lado e escolher outro caminho, pense no quanto o estudo no exterior ou um intercâmbio cultural podem acrescentar à sua vida pessoal e profissional e você verá que essa é a opção certa para você. Lembrando que agências de intercâmbio podem lhe auxiliar em todo esse processo, investimento.

Ainda não está convencido? Deixe suas dúvidas nos comentários!

Artigos Recentes

monitorando-o-dolar-o-momento-ideal-para-viajar

Monitorando o dólar: o momento ideal para viajar

Se você está planejando seu intercâmbio, algo muito importante a considerar é o impacto que o dólar pode ter nos custos de sua viagem. Mesmo que o local que você pretende visitar não use essa moeda, alguns produtos e serviços podem ser impactados pelo câmbio do dólar, o que pode baratear ou encarecer sua viagem. […]

SIMs e NÃOs para seu intercâmbio

Neste artigo, uma listinha imperdível de SIMs e NÃOs para quem está planejando fazer intercâmbio. Siga os conselhos abaixo e você pode ter certeza de que sua viagem será uma experiência muito mais enriquecedora. Saiba abaixo o que fazer e o que não fazer durante seu intercâmbio: NÃO – coisas a evitar Se mostrar arredio […]

5-dicas-para-voce-nao-sentir-falta-de-casa

5 dicas para você não sentir falta de casa

Intercambista de primeira viagem? Tudo bem, todos nós já fomos um dia E algo muito comum de sentirmos em nossa primeira viagem é aquela saudade doida de casa. É normal mesmo, sabe? Em outro país, estamos cercados de coisas e pessoas novas, o tempo todo. Coisas até estranhas e que nunca vimos antes. Esse estranhamento […]

Comments

  1. Marcia says

    Olá! Estou no último semestre da graduação, Letras/ Inglês, e por limitações financeiras,bem como, pelo fato de os programas do Governo de incentivo ao intercambio não contemplarem muito a área de humanas, não foi possível fazer um intercambio. Tenho sentido, realmente, a necessidade de vivenciar essa experiência, porém as condições financeiras não ajudam. Gostaria de saber se existiriam formas de fazer intercambio precisar de tanto dinheiro? Trabalhar e estudar, talvez? Existem programas que custeariam despesas com a viagem e estadia, tendo em contrapartida algum tipo de trabalho voluntário?

  2. Robson Araújo says

    Minha querida Márcia. Para seu bem entender Letras- Português/Inglês não pertence a área das Humanas, mas sim a área de Linguagens, Códigos e sua Tecnologias, por isso, aprender Português sobretudo no que concerne os fundamentos da Língua é fundamental para quem quer fazer um intercâmbio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *