Skip to main content

5 dicas para você não sentir falta de casa


Intercambista de primeira viagem? Tudo bem, todos nós já fomos um dia 😉 E algo muito comum de sentirmos em nossa primeira viagem é aquela saudade doida de casa. É normal mesmo, sabe? Em outro país, estamos cercados de coisas e pessoas novas, o tempo todo. Coisas até estranhas e que nunca vimos antes. Esse estranhamento pode gerar um desconforto e provocar a saudade de casa, saudade daquilo que conhecemos, do familiar, dos amigos e da família.

Mas, hoje em dia, fica muuuuito mais fácil combater a saudade de casa. E, nesse post, trazemos 5 dicas – algumas até bem óbvias, mas não para intercambistas de primeira viagem! – para você deixar pra sentir saudade de casa só na hora de voltar. Aproveite nossas dicas para viver ao máximo a experiência incrível que é um intercâmbio.

1- Cartão telefônico – aproximando você da mamãe

Sua mãe não precisa nem ser coruja pra querer prender você no telefone horas, para ouvir todas as novidades do que você está vivendo em seu intercâmbio. E não dá para fazer isso pagando roaming internacional no seu celular, né?


Pra falar a verdade, o cartão telefônico é uma alternativa bem antigona – e acessível – de manter contato frequente com a família aqui no Brasil, sem gastar muito. Principalmente porque, para a maioria dos universitários, fica completamente impossível pagar as taxas de roaming internacional das operadoras de telefonia celular.

Dependendo do tempo que você pretende ficar no exterior, pode até ser viável contratar um plano celular pré-pago ou pós-pago que seja em conta, mas, na maioria dos casos, as ligações internacionais não são incluídas no plano – o que vai tornar suas ligações com seus pais caríssimas mesmo assim. E não dá!

Por isso, corra para o jornaleiro mais próximo (ou qualquer outro lugar, na verdade – é muito fácil achar cartões telefônicos no exterior!) e compre alguns desses para ficar à sua disposição na carteira.

2- Lan houses

Sim, lan houses ainda existem! Principalmente no exterior, que ainda são locais procurados pelos turistas para manter contato com a família, as lan houses são acessíveis e bem equipadas. Dá pra você imprimir fotos, documentos ou até os e-mails que você recebeu para ler depois com calma.

Em alguns estabelecimentos comerciais ou lanchonetes, como McDonald’s, há computadores disponíveis gratuitamente para você usar, desde que você esteja consumindo algo do local. Vale conferir!

3- Wi-fi hotspots

Os chamados wi-fi hotspots são locais como cafeterias, lanchonetes e estabelecimentos comerciais que liberam sua wi-fi gratuitamente para os clientes. Um dos wi-fi hotspots mais conhecidos no mundo todo é a rede Starbucks. A maioria das lojas Starbucks tem wi-fi liberada para seus clientes.

Então, mesmo que seu celular não esteja com o roaming internacional funcionando, basta ativar a função wi-fi para que ele encontre a conexão da loja. Informe-se com algum funcionário da loja se você precisa de algum tipo de usuário ou senha para fazer a conexão.

Depois disso, é só aproveitar para postar as novidades no Facebook e compartilhar suas últimas fotos da viagem com o pessoal pelo Instagram! 😉

4- Registre os momentos de seu intercâmbio

Pode parecer besteira, mas registrar cada momento com sua máquina fotográfica ou filmando em seu celular pode ajudar bastante a diminuir a saudade de casa. Quando você pensa em sua família e se dedica a atividades que fazem você se sentir mais próximo dela, a saudade dá uma aliviada. Além disso, ter algo para levar pra casa e mostrar pra galera, sejam fotos, lembrancinhas, notas fiscais dos lugares onde você foi ou cartões postais das cidades que visitou, também ajuda e é super divertido!

5- Vá bem acompanhado

Pode parecer loucura, mas é bem óbvio: não quer sentir saudade dos pais? Vá com eles! Muitas universidades oferecem cursos de “reciclagem” ou extensão profissional para adultos e isso pode ser uma ótima oportunidade para seus pais conhecerem lugares novos – e ainda aprenderem alguma coisa.

De quebra, o intercâmbio pode ajudá-los em suas carreiras quando voltarem para o Brasil. Um intercâmbio só tem a acrescentar a qualquer estudante ou profissional, seja qual for sua idade.

Se a saudade maior é dos irmãos, amigos ou namorada, combine de viajarem em grupo. Grupos conseguem descontos que intercambistas individuais não conseguem e ainda têm a vantagem de fazer companhia um ao outro.

Gostou das dicas? Compartilhe esse post na sua rede social favorita e ajude outros amigos intercambistas a não sentirem saudade de casa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *